quinta-feira, 29 de julho de 2010

Jornal diz que Lady GaGa irá cantar com Amy Winehouse; cantora diz que não

Nesta quinta (29), o tablóide “National Enquirer” afirmou que Lady GaGa iria ajudar Amy Winehouse com seu terceiro álbum. Porém, um representante da cantora britânica negou tais rumores. “Não há nenhuma verdade nisso”, disse.

Amy Winehouse estou em 2006 com seu segundo álbum, “Back to Black”. Porém, desde então ela não lançou material novo e só se envolveu em escândalos. O tablóide afirma que uma ajudinha de GaGa seria bem-vinda no retorno da cantora ao mundo da música.

Uma biografia ‘à altura’ de Lady Gaga

Aos 24 anos, Stefani Joanne Angelina Germanotta - mais conhecida como Lady Gaga - é uma das cem artistas mais influentes do mundo, segundo a revista Time. O mais incrível dessa história é que há três anos ninguém sabia quem era essa moça. Em 2007, Stefani Germanotta já tocava e cantava em casas noturnas de Nova York, onde nasceu, numa família rica. Mas sua música não conseguia chamar a atenção de ninguém: público, crítica e produtores.
Até que um dia, quando se apresentava num bar, ela ficou indignada ao perceber que as pessoas não estavam dando a mínima para o seu show. Para conquistar a atenção da plateia, a jovem tirou a roupa, ficando no palco só de calcinha e sutiã, e continuou cantando, agora, sim, sob os olhares atentos do público - especialmente os homens. Foi assim que ela percebeu que investir em apresentações espalhafatosas e declarações polêmicas - como a de que seria bissexual - poderia ser uma ótima maneira de compensar sua música de qualidade duvidosa.
A verdade é que, desde então, Stefani virou Lady Gaga, conquistando fama e sucesso em todo o mundo. Mesmo tendo lançado apenas um disco, The Fame, em 2008, ela já vendeu mais de 15 milhões de unidades e tem shows com ingressos esgotados em qualquer lugar do planeta. Com uma carreira tão meteórica, a vida de uma garota como essa mereceria uma biografia, mesmo ela tendo apenas 24 anos?
A resposta, segundo a jornalista britânica Helia Phoenix, é sim. Escrita por Helia, chega este mês ao Brasil uma biografia não autorizada de Lady Gaga. E, neste caso, o "não autorizada" não significa que a obra traz episódios polêmicos e inéditos da vida da cantora. Nem se quisesse, Lady Gaga não poderia ter autorizado a biografia. É que Helia nunca conversou com a cantora americana. Nunca. Nem uma entrevista, sequer.
Em entrevista ao Jornal da Tarde a própria autora admite essa falha gravíssima para quem quer escrever a biografia de alguém. "Tentei contato, mas os empresários dela nunca me responderam", diz Helia.